Biólogos resgatam animais silvestres em Belford Roxo

Para garantir o bem-estar dos micos da espécie sagui-de-tufos-brancos (Callithrix Jacchus) e levá-los ao seu habitat natural, a Prefeitura, através da Secretaria de Meio Ambiente apoiou um resgate realizado pelo Instituto Jacaré. De acordo com o Instituto, os animais silvestres serão redirecioná-los para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), em Seropédica.

Uma equipe da Secretaria de Meio Ambiente (SEMA) esteve acompanhando todo o processo dando suporte aos dois profissionais do Instituto Jacaré. “O Instituto foi contatado para fazer o resgate dos micos que serão levados para um centro de reabilitação onde irão receber os devidos cuidados”, disse a zootecnista Valéria de Goveia da SEMA. Agora os animais resgatados voltarão a ter sua alimentação normalizada, já que onde estavam eram alimentados inadequadamente.

Segundo o biólogo responsável pela ação, Ricardo Freitas, o procedimento de resgate é simples. “Usamos armadilhas que não causam nenhum tipo de dano físico e colocamos também iscas de acordo com o animal”, informou Ricardo que falou ainda sobre o não contato direto. “A ideia é resgatar os animais e encaminhá-los ao IBAMA, pois essa espécie é exótica invasiva, o que causa um dano ambiental gigantesco para a região”, finalizou Ricardo que reforçou o destino dos animais para o Centro de Triagem de Animais Silvestres.

Diego do Nascimento, 31 anos, passa pela praça todos os dias e falou que o resgate foi à melhor saída para os animais. “Gostei de saber o motivo da ação e de saber também para onde os micos foram levados. Eles estavam muito mal acostumados aqui, iam até a feira para comer. Esses animais são silvestres, não deveriam estar em um ambiente urbano”, comentou Diego.

Check Also

Prefeito anuncia investimentos em educação e saúde durante o desfile escolar

Investimentos em obras, saúde e educação foram alguns dos projetos anunciados pelo prefeito de Belford …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *