Biólogos resgatam animais silvestres em Belford Roxo

Para garantir o bem-estar dos micos da espécie sagui-de-tufos-brancos (Callithrix Jacchus) e levá-los ao seu habitat natural, a Prefeitura, através da Secretaria de Meio Ambiente apoiou um resgate realizado pelo Instituto Jacaré. De acordo com o Instituto, os animais silvestres serão redirecioná-los para o Centro de Triagem de Animais Silvestres (CETAS) do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), em Seropédica.

Uma equipe da Secretaria de Meio Ambiente (SEMA) esteve acompanhando todo o processo dando suporte aos dois profissionais do Instituto Jacaré. “O Instituto foi contatado para fazer o resgate dos micos que serão levados para um centro de reabilitação onde irão receber os devidos cuidados”, disse a zootecnista Valéria de Goveia da SEMA. Agora os animais resgatados voltarão a ter sua alimentação normalizada, já que onde estavam eram alimentados inadequadamente.

Segundo o biólogo responsável pela ação, Ricardo Freitas, o procedimento de resgate é simples. “Usamos armadilhas que não causam nenhum tipo de dano físico e colocamos também iscas de acordo com o animal”, informou Ricardo que falou ainda sobre o não contato direto. “A ideia é resgatar os animais e encaminhá-los ao IBAMA, pois essa espécie é exótica invasiva, o que causa um dano ambiental gigantesco para a região”, finalizou Ricardo que reforçou o destino dos animais para o Centro de Triagem de Animais Silvestres.

Diego do Nascimento, 31 anos, passa pela praça todos os dias e falou que o resgate foi à melhor saída para os animais. “Gostei de saber o motivo da ação e de saber também para onde os micos foram levados. Eles estavam muito mal acostumados aqui, iam até a feira para comer. Esses animais são silvestres, não deveriam estar em um ambiente urbano”, comentou Diego.

Check Also

Escolas serão revitalizadas em Belford Roxo

Escolas da rede municipal de Belford Roxo, abandonadas por muitos anos, já começaram a receber …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *