Belford Roxo entra na campanha dezembro vermelho

A Prefeitura de Belford Roxo entrou na luta contra a Aids. A Secretaria de Saúde, através da Executiva de Promoção e Proteção à Saúde e Executiva de Atenção à Saúde e a Secretaria da Mulher, promoveram na última sexta-feira (1), na Clínica da Mulher, uma campanha de prevenção as Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs). Durante a ação, os interessados puderam fazer testes rápidos para diagnosticar as DSTs e receberam cartilhas informativas. A campanha de conscientização se deve ao dezembro vermelho em celebração ao Dia Mundial de Luta contra a Aids, que acontece todo dia 1 de dezembro. A ação veio de encontro com os 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher, onde uma palestra sobre violência sexual foi oferecida.

O prefeito Wagner Carneiro, Waguinho, falou sobre a campanha. “Nosso governo tem pautado as ações visando sempre o bem-estar das pessoas. Por isso, damos todo apoio as campanhas desenvolvidas pelas Secretarias. E o dezembro vermelho não é diferente, pois sabemos da importância da prevenção e a informação na questão das Doenças Sexualmente Transmissíveis – DSTs”, disse Waguinho.

A Coordenadora Municipal do Programa de DSTs/AIDS, Zenaide Cadette, falou sobre a data mundial da luta contra a AIDs. “Nesse mês de dezembro, todo mundo veste vermelho. Devemos sempre conscientizar e orientar as pessoas, desde jovens, pois o número de casos teve um aumento significativo nos últimos anos”, disse Zenaide. A secretária da Mulher, Ana Lúcia Corrêa, a Pastora Aninha, falou sobre a preocupação do poder público com a saúde da população. “Esse tipo de campanha é importante para informar a população onde procurar ajuda. É importante também que as pessoas que estiveram na campanha, repassem para os conhecidos tudo o que foi dito aqui”, disse a Pastora Aninha.

O secretário executivo de Promoção e Proteção à Saúde, Robson Sarmento, o Binho, lembrou que o uso de preservativos é importante para prevenir a infecção. “É de suma importância o uso da camisinha, pois os índices dessas doenças aumentaram”, disse o Binho. A secretária executiva de Atenção à Saúde, Vanessa Alves Morali, falou sobre uma nova proposta dos testes rápidos. “Estamos com um projeto de implantar os testes rápidos em todas as Policlínicas da cidade. Mas para isso, precisamos capacitar profissionais pelo Ministério da Saúde”, informou Vanessa.

O médico Fabiano Lacerda, que esteve realizando os testes rápidos falou sobre os procedimentos. “Temos o teste oral e o mais conhecido, que é o de coleta de sangue no dedo. O laudo fica pronto em 30 minutos e não tem limite de idade. Além do teste para identificar a Aids, temos o de sífilis e Hepatites B e C”, disse o doutor. Enquanto esperava para uma consulta na Clínica da Mulher, Joelma de Souza Oliveira, 40 anos, moradora do bairro Nova Aurora, decidiu realizar o teste rápido. “O médico me explicou sobre as DSTs e de como seria o teste. Aproveite para fazer o de HIV E Sífilis”, disse Joelma.

Veja também

Belford Roxo aumenta locais de vacinação contra a Febre Amarela

Para oferecer melhor comodidade e desafogar os locais de vacinação, a Prefeitura de Belford Roxo, …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *