Cento sessenta artesãos recebem Carteira Nacional

Cento e sessenta profissionais de Belford Roxo receberam, nesta quinta-feira (05/04), na Uniabeu, a Carteira Nacional do Artesão. Durante o evento, a Secretaria municipal de Trabalho e Emprego cadastrou ainda mais 100 artesãos. A estimativa é que existam mais de mil profissionais desta área no município.  A Carteira Nacional do Artesão oferece diversos benefícios, como por exemplo, capacitação e comercialização dos produtos.

De acordo com subsecretária-adjunta de Turismo do Estado e coordenadora do Programa de Artesanato Brasileiro (PAB), Nea Mariozz, 42 municípios já estão cadastrados com cerca de 13 mil profissionais.

A primeira-dama e “madrinha dos artesãos”, Daniela Carneiro, destacou a parceria do governo estadual com a prefeitura para que a emissão da Carteira Nacional do Artesão saísse do sonho para virar realidade. “Estou feliz por ter levantado esta bandeira. Os profissionais agora terão um documento fundamental para a sequência dos seus trabalhos, que é de onde eles conseguem gerar renda. Estamos pensando agora na implantação da Casa do Artesão”, finalizou, ao lado do secretário de Cultura, Bruno Nunes.

O secretário municipal de Trabalho e Emprego, Jadir Elias, explicou que a Carteira Nacional era uma aspiração dos artesãos. Ele revelou que a luta elo documento durou anos. “Hoje já é uma realidade. Vi artesãos aqui chorando de emoção, pois agora serão reconhecidos oficialmente como profissionais. Sinto-me gratificado por ter participado deste momento”, concluiu. “Quem não conseguiu se cadastrar pode procurar a sede da secretaria, que fica na Avenida Benjamin Pinto Dias,1.305, centro, e fazer um pré-cadastro”, emendou o secretário-adjunto de Trabalho e Emprego, Adriano Nascimento.

Artista plástico há 17 anos em Belford Roxo, Edson Leal,  31 anos, disse que é muito importante receber a carteira. “Graças a Deus estamos sendo reconhecidos pelo nosso trabalho. Através da carteira podemos nos profissionalizar e apresentar nosso trabalho e arte por todo Estado”, resumiu.

A artesã Nair Campos Souza, 62, ficou contente em receber a carteira nacional. “Estou realizando o sonho de muitos anos. Sou artesã desde os meus 15 anos. É com minha arte que tenho o meu sustento. Agora meu trabalho finalmente será reconhecido”, encerrou.

Veja também

Alunos plantam árvore na Praça de Heliópolis e levam sementes para cultiva em escolas

A Secretaria do Meio Ambiente de Belford Roxo levou na manhã desta sexta-feira (21) cerca …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *