Ultimas Notícias

Cento sessenta artesãos recebem Carteira Nacional

Cento e sessenta profissionais de Belford Roxo receberam, nesta quinta-feira (05/04), na Uniabeu, a Carteira Nacional do Artesão. Durante o evento, a Secretaria municipal de Trabalho e Emprego cadastrou ainda mais 100 artesãos. A estimativa é que existam mais de mil profissionais desta área no município.  A Carteira Nacional do Artesão oferece diversos benefícios, como por exemplo, capacitação e comercialização dos produtos.

De acordo com subsecretária-adjunta de Turismo do Estado e coordenadora do Programa de Artesanato Brasileiro (PAB), Nea Mariozz, 42 municípios já estão cadastrados com cerca de 13 mil profissionais.

A primeira-dama e “madrinha dos artesãos”, Daniela Carneiro, destacou a parceria do governo estadual com a prefeitura para que a emissão da Carteira Nacional do Artesão saísse do sonho para virar realidade. “Estou feliz por ter levantado esta bandeira. Os profissionais agora terão um documento fundamental para a sequência dos seus trabalhos, que é de onde eles conseguem gerar renda. Estamos pensando agora na implantação da Casa do Artesão”, finalizou, ao lado do secretário de Cultura, Bruno Nunes.

O secretário municipal de Trabalho e Emprego, Jadir Elias, explicou que a Carteira Nacional era uma aspiração dos artesãos. Ele revelou que a luta elo documento durou anos. “Hoje já é uma realidade. Vi artesãos aqui chorando de emoção, pois agora serão reconhecidos oficialmente como profissionais. Sinto-me gratificado por ter participado deste momento”, concluiu. “Quem não conseguiu se cadastrar pode procurar a sede da secretaria, que fica na Avenida Benjamin Pinto Dias,1.305, centro, e fazer um pré-cadastro”, emendou o secretário-adjunto de Trabalho e Emprego, Adriano Nascimento.

Artista plástico há 17 anos em Belford Roxo, Edson Leal,  31 anos, disse que é muito importante receber a carteira. “Graças a Deus estamos sendo reconhecidos pelo nosso trabalho. Através da carteira podemos nos profissionalizar e apresentar nosso trabalho e arte por todo Estado”, resumiu.

A artesã Nair Campos Souza, 62, ficou contente em receber a carteira nacional. “Estou realizando o sonho de muitos anos. Sou artesã desde os meus 15 anos. É com minha arte que tenho o meu sustento. Agora meu trabalho finalmente será reconhecido”, encerrou.

Veja também

Tráfico fecha escolas da cidade

Mais de sete mil alunos da Rede Municipal de Educação estão sem estudar desde ontem …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *