Poeta Solano Trindade é lembrado em evento de Africanidade

O poeta pernambucano Francisco Solano Trintade foi tema de homenagem da Primeira Formação dos Multiplicadores da Africanidade: As conquistas materiais e imateriais do negro no século XX e XXI. O evento, promovido pela Divisão de Projetos Especiais da Secretaria Municipal de Educação de Belford Roxo, aconteceu no auditório do Polo Cederj, no bairro São Bernardo e reuniu professores da rede municipal.

“Nossas discussões serão levadas pelos professores para os alunos e eles serão nossos multiplicadores”, disse a professora Norma Sueli da Divisão de Projetos Especiais. Durante o encontro as aldeias indígenas que ocuparam o município em séculos passados também foram motivos de debate.

A doutoranda Maria do Carmo Gregório, professora da Escola Municipal Jorge Ayres de Lima, no bairro Parque São José, palestrou sobre Solano Trindade. O poeta, descendente de negros e indígenas, se estivesse vivo, estaria completando 100 anos de idade. Maria lembrou que Solano foi um dos idealizadores e organizadores do I Congresso Afro-Brasileiro, ocorrido em 1934, em Recife e em 1937 participou do segundo congresso afro-brasileiro, em Salvador.

Veja também

Belford Roxo promove o VIII Encontro dos Técnicos do SUAS

Pedagogos, assistentes sociais, psicólogos, entre outros profissionais de Belford Roxo, participaram nesta quinta-feira (16) do …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *