Belford Roxo promove 1º Fórum Psicossocial Infanto-Juvenil

O Centro de Atenção Psicossocial Infanto-Juvenil (Capsi) de Belford Roxo vai promover no próximo dia 26, das 8h30, às 12h, na Uniabeu, na Rua Itaiara 301, Centro, o 1º Fórum do Capsi. O evento tem por objetivo levar mais informações à população e aos profissionais que lidam com Transtorno do Espectro Autista (TEA) e é aberto a profissionais de saúde, educação, estudantes de psicologia e pedagogia, além do público em geral. Vários temas serão discutidos no encontro.

A abertura será feita pela pedagoga e diretora da unidade, Angela Flores e pelo psicólogo e diretor de Saúde Mental do município, Paulo Patrocínio e terá como mediador, Ariosvaldo Dantas de Araújo.  A palestrante Gabriela de Oliveira Ermindoph Silva (psicopedagoga clínica e institucional Coordenadora Moab Belford Roxo, graduada em psicologia e pós-graduada em ABA) vai expor o tema “Afinal de que estamos falando?”, Luciana Raposo dos Santos Fernandes (coordenadora Estadual do MOAB/RJ, psicóloga clínica-cognitivo, comportamental e sexóloga), falará sobre o tema “Como incluir crianças com TEA no universo escolar”, haverá também um relato de Maria Bethania (mãe do Paulinho).

Tatiane Carnaval (psicóloga, psicopedagoga e neurocientista) abordará o tema “Atividades sócias favoráveis a inclusão de pessoas com TEA), Andreia Pereira, fará um relato sobre “Como inserir a criança autista nas atividades sociais”, e Edmilson Duarte de Lima (mestre e doutor em Psicologia e Pesquisador em Saúde) fará a palestra sobre “O papel do profissional na inclusão de pessoas com transtorno de espectro autista”.

Segundo o diretor de Saúde Mental de Belford Roxo, Paulo Patrocínio, o fórum vai ajudar aos profissionais e a população a garantir um diagnóstico mais rápido e assim, encaminhar os portadores para um tratamento de qualidade. “Teremos vários profissionais qualificados que estarão discutindo temas de relevância. Queremos conscientizar os presentes que o trabalho em conjunto de diversos profissionais e o diagnóstico da doença ainda na infância é fundamental para o desenvolvimento do autista”, informou Paulo Patrocínio.

Capsi  de Belford Roxo fica na R. João Fernandes Neto 920, no Centro, e funciona de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. Atualmente, atende a 460 pacientes mensais. O atendimento é feito a crianças e adolescentes com transtornos mentais severos e pertinentes. Os pacientes são atendidos através de demanda livre ou encaminhamento por uma equipe disciplinar, formada por psicólogos, médicos, psicopedagogos e assistentes sociais.

Veja também

Belford Roxo constrói 10 novos Postos de Saúde

Investimento de R$ 5 milhões é com recursos da Prefeitura   A população de Belford …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *