Belford Roxo ‘agita’ a cidade no Dia do Desafio

Belford Roxo mostrou resistência no Dia do Desafio (30), comemorado pelo Sesc sempre na última quarta-feira do mês de maio, com objetivo de motivar a população a praticar atividade física e preservar a saúde. Cerca de 10 mil pessoas participaram de várias modalidades esportivas que aconteceram na Vila Olímpica, em escolas e academias do município.

Iniciado no Canadá, a proposta é que cada pessoa faça pelo menos 15 minutos de atividade física. Na Vila Olímpica o Dia do Desafio começou com as alunas de ginástica rítmica da professora Kátia Nardi, que arrancaram aplausos de muitos jovens de bairros das redondezas que lotaram as arquibancadas. “Esse Dia do Desafio poderia acontecer mais vezes, pois a interação entre as pessoas é contagiante. Vou até me aventurar, mais tarde, numa partida de vôlei de praia”, disse o secretário municipal de Esporte e Lazer, Celso Miranda.

AGITO NA VILA

Diferentes cidades do Brasil e toda a América Latina participam do evento que é realizado desde 1983. Belford Roxo disputou com a cidade mexicana Irapuato, onde vivem aproximadamente 520 mil habitantes. Na Vila Olímpica, que tem cerca de 450 alunos matriculados em modalidades como: futsal, vôlei, basquete, handebol, judô, karatê e treino funcional, o agito foi total durante todo o dia. “A turma se preparou para manter o ritmo até o final”, destacou o secretário Executivo, Maurício Fidelis. “Temos atividades como gincana, arco e flexa, confecção de pipas, funk, zumba, jiu jitsu, futsal, corrida. A ideia é não perder o foco e se exercitar”, afirmou o professor Edinaldo Marques, o Naldo.

Os irmãos Luiz Claudio, 16 e Samuel Barbosa do Nascimento, 15, alunos da Vila Olímpica, participaram do evento jogando futebol. “Não sabíamos que existia esse dia. Gostamos muito”, garantiu Luiz, que tem como desafio de vida ser jogador do Flamengo, enquanto seu irmão, jogador de futebol internacional. Já Pâmela da Conceição de Moraes, estava com as amigas assistindo tudo. Ela participa das aulas de vôlei oferecidas gratuitamente na Vila Olímpica. “Meu desafio é ser jogadora de vôlei da seleção brasileira. E vou fazer de tudo pra ser”, assegurou a jovem de 14 anos.

Crianças, adolescentes e também os pais, entre as atividades, puderam participar de aplicação de flúor nos dentes, oferecida pelo Sesc. Além do serviço gratuito, levaram uma escova novinha para casa. “Praticar atividades esportivas é ter uma boa qualidade de vida. A Vila Olímpica oferece várias. É só procurar a secretaria e fazer a inscrição que é gratuita”, informa Bryan Lima, secretário-adjunto de Esporte e Lazer.

Veja também

Belford Roxo participa da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia e Economia Criativa

Belford Roxo foi o palco de diversas atividades do Instituto Federal do Rio de Janeiro …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *