Belford Roxo discute questões da neurociência

A Prefeitura de Belford Roxo, através da Secretaria de Saúde e da Diretoria Técnica de Atenção Psicossocial promoveu nesta quinta-feira (02), o I Fórum de Saúde Mental, na Uniabeu. O evento, que discutiu o tema “Neurociência Aplicada”, contou com a palestra proferida por Carlos Alberto da Silva Franco, pós-doutorado em Saúde Mental pelo Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e teve o objetivo de contribuir para que os profissionais ajudem os pacientes a identificarem seus padrões disfuncionais e a tornarem-se conscientes das suas memórias de infância, emoções, sensações corporais, pensamentos e formas de lidar com a dor emocional associados a estes padrões disfuncionais.

Entre os pontos abordados pelo palestrantes estão o medo e o trauma que podem ser desenvolvidos no indivíduo desde o seu nascimento até os 21 anos. Segundo o secretário de Saúde, Vander Louzada, o evento é de grande relevância para o município. “Estamos realizando sempre capacitações para nossos profissionais a fim de ajudá-los no dia a dia do seu trabalho”, enfatizou o secretário. O psicólogo e diretor de Saúde Mental do município, Paulo Patrocínio, disse que o objetivo principal do fórum é promover saúde mental a cada indivíduo, através da própria percepção e reflexão do seu modo de vida. “Para a Organização Mundial de Saúde, saúde não significa a mera ausência de doenças e sim um completo bem-estar biopsicossocial. Os traumas psicológicos podem obscurecer ou até mesmo impedir o bem-estar de cada sujeito. Queremos ajudar nossos profissionais e também ao público em geral a lidar com isto”, frisou.

A chefe de Divisão de Saúde Mental de Belford Roxo, Angélica Campos, disse que muitas das vezes, os traumas e medos são desenvolvidos desde o ventre materno. “Ao lidar com um paciente nos deparamos com várias atitudes que às vezes desconhecemos as causas. É importante que os profissionais tenham conhecimento para identificá-las e, desta forma, possam lidar e ajudar os pacientes a viver melhor”, disse Angélica.

O palestrante Carlos Alberto informou que há cerca de um ano está ministrando palestras em universidades e instituições. “Cada vez mais vimos os avanços da neurolinguística e estamos procurando esclarecer, de uma maneira mais informal sobre questões como terapia, personalidade, traumas, medos, ansiedades, ajudando assim, a todos os profissionais e os indivíduos a lidarem com seus problemas e enfrentá-los”, ressaltou o palestrante.

Veja também

Danilo Caymmi interpreta seus sucessos na Casa da Cultura de Belford Roxo

Bahia cantada em verso e prosa. Assim foi marcada a segunda-feira do público na Casa …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support